Pedra no rim: sintomas, o que causa e tratamento

Revisão clínica: Dr. Fernando Pereira

Revisado:

A pedra no rim é conhecida pelos incômodos que causa na maioria das pessoas, que vão de forte dor abdominal, náusea e urgência urinária. Quando em sua forma aguda, que dura de 20 a 60 minutos, pode ser necessária a ida imediata ao hospital para cessar o sintoma. 

Apesar desta fama, o também chamado cálculo renal pode, muitas vezes, não apresentar sinais claros ou ser mais brando, através de um leve incômodo abdominal. Abaixo, veja os principais indícios da doença.

— PUBLICIDADE —

— PUBLICIDADE —

Sintomas

Dor intensa

Quando os cálculos passam da pelve renal para o ureter (​​tubos que ligam os rins à bexiga), os sintomas da pedra no rim podem aparecer. Como dito anteriormente, a dor é o sinal mais conhecido, que varia na sua apresentação, podendo ser forte ou leve. 

Em alguns casos, a pessoa sente uma dor lombar tão forte (cólica renal ) que faz com que procure o serviço de emergência imediatamente.

Analgésicos, antiespasmódicos e anti-inflamatórios são aplicados na veia para eliminar a dor intensa.

Sangue na urina (hematúria)

— PUBLICIDADE —

O sangue da urina aparece na maioria dos pacientes sintomáticos, mas também pode acontecer em quem não apresenta nenhum outro sintoma claro. 

— PUBLICIDADE —

Um estudo mostra que a ausência de hematúria no quadro de dor aguda não exclui a presença de pedra no rim. Por outro lado, dois terços dos pacientes com cálculo renal apresentavam este sintoma.

Outros sintomas: febre, náuseas, vômitos, ardência e urgência ao urinar.

O que causa a pedra no rim?

As causas mais comuns para a nefrolitíase (pedra no rim) são a baixa ingestão de líquidos, algumas doenças e histórico familiar. Veja a seguir os principais motivos para a formação do cálculo renal:

  • doenças inflamatórias intestinais;
  • obesidade;
  • histórico familiar;
  • baixa ingestão de líquidos;
  • obstrução das vias urinária;
  • alta ingestão de proteínas animais e sal;
  • menor ingestão de cálcio;
  • suplementação excessiva de vitamina C e D;
  • uso de medicamentos como atazanavir, sulfadiazina e triantereno.

Além disso, dados da Sociedade Brasileira de Urologia mostram que cálculos renais possuem maior incidência no verão. 

De acordo com o estudo, isso acontece pois há o aumento da transpiração sem a hidratação adequada, que é a água. Cafés, chás, bebidas alcoólicas e refrigerantes à base de cola propiciam formação de cálculos renais.

Tratamento

O tratamento depende do tipo de pedra formado e da gravidade dos sintomas. Em casos de cálculos menores que 5-6mm, é possível esperar que a pedra saia sozinha. 

— PUBLICIDADE —

Em outras situações, pode ocorrer a necessidade de uma cirurgia para ​​remover uma pedra do ureter ou rim.

A modalidade cirúrgica mais usada da atualidade é a ureterolitotripsia rígida ou flexível. A escolha de uma técnica ou outra vai depender da localização da pedra.

— PUBLICIDADE —

É importante ressaltar que, diferentemente do que se pensava tempos atrás, não se recomenda a alta ingestão de água nos momentos de crise, pois pode aumentar as dores do paciente.

1. Moore CL, Bomann S, Daniels B, et al. Derivation and validation of a clinical prediction rule for uncomplicated ureteral stone–the STONE score: retrospective and prospective observational cohort studies. BMJ. 2014;348(mar26 2):g2191-g2191. doi:10.1136/bmj.g2191

2. Verão: incidência de pedras nos rins aumenta 30%. Portal da Urologia – Público Geral. Published January 21, 2021. Accessed April 7, 2022. https://portaldaurologia.org.br/publico/release/verao-incidencia-de-pedras-nos-rins-aumenta-30/

3. Alves B / O / OM. Cálculo renal (pedra no rim) | Biblioteca Virtual em Saúde MS. https://bvsms.saude.gov.br/calculo-renal-pedra-no-rim/

4. UpToDate. www.uptodate.com. Accessed April 7, 2022. https://www.uptodate.com/contents/kidney-stones-in-adults-epidemiology-and-risk-factors?search=pedra%20no%20rim&topicRef=7366&source=see_link#H926160909

— PUBLICIDADE —

5. UpToDate. www.uptodate.com. Accessed April 7, 2022. https://www.uptodate.com/contents/kidney-stones-in-adults-evaluation-of-the-patient-with-established-stone-disease?search=pedra%20no%20rim&topicRef=7375&source=see_link

6. UpToDate. www.uptodate.com. Accessed April 7, 2022. https://www.uptodate.com/contents/kidney-stones-in-adults-diagnosis-and-acute-management-of-suspected-nephrolithiasis?search=pedra%20no%20rim&source=search_result&selectedTitle=1~150&usage_type=default&display_rank=1#H4187222057

Isso foi útil?
SimNão

— PUBLICIDADE —

— PUBLICIDADE —

APRENDA MAIS

Quem SomosContatoMissãoPrivacidadeTermos
Siga-nos: PinterestInstagramFacebookTwitter
© 2022 - Fale Saúde

Aviso médico: as informações fornecidas neste site visam melhorar, não substituir, a relação direta entre o paciente e os profissionais de saúde.