Fale Saúde » Infecções » O que é sepse, o que pode causar e sintomas

O que é sepse, o que pode causar e sintomas

Autor(a): Dr. Fernando Pereira

Revisado:

O que é sepse

Sepse ou septicemia é uma resposta exagerada do organismo quando agredido por uma infecção. Como resultado, todo o corpo deixa de funcionar corretamente. Os médicos chamam essa condição de “disfunção de órgão e sistemas”.

Estima-se que em 2017 houve 48,9 milhões de casos e 11 milhões de mortes relacionadas à sepse em todo o mundo.

— PUBLICIDADE —

De fato, a sepse é uma doença grave que precisa ser tratada rapidamente.

Agora que você já sabe o que é septicemia , veja baixo o que pode causar, quem pode ter, sintomas e diagnóstico.

O que pode causar sepse

A sepse pode ser causada por uma infecção em qualquer parte do corpo, mas na maioria das vezes está ligada a infecções nos seguintes órgãos:

Assim, os agentes comumente envolvidos nessas infecções são bactérias, fungos, vírus, entre outros.

Quem pode ter sepse

A sepse pode acontecer em qualquer pessoa, mas é mais provável que aconteça em:

  • Idosos.
  • Pessoas hospitalizadas.
  • Cirurgia complexa recente.
  • Usuários de cateteres, como por exemplo pacientes que fazem diálise.
  • Pessoas com o sistema de defesa fraco, por exemplo, pacientes com câncer em tratamento com quimioterápicos.

Sintomas da sepse

Os sintomas de sepse são os mesmos da doença que evoluiu para a septicemia (infecção de urina, pneumonia, infecção intestinal etc.) — acrescido de:

— PUBLICIDADE —

  • Febre ou hipotermia (temperatura baixa)
  • Taquicardia (coração acelerado)
  • Taquipneia (respiração acelerada)
  • Rebaixamento do nível de consciência
  • Hiperglicemia na ausência de diabetes

Diagnóstico

A suspeita de sepse deve ser feita pelos sintomas clínicos. Com o propósito de ajudar nos cuidados e permitir início rápido do tratamento, os médicos usam um teste chamado quick-Sofa (ou qSofa).

q Sofa - o que é sepse

O paciente que somar 2 ou mais pontos no qSofa tem grande chance de estar acometido por sepse.

Além disso, a equipe médica pedirá exames complementares com a finalidade de confirmar a infecção ou checar se ela se espalhou para o sangue. Assim, os exames comumente pedidos são:

  • Exames de sangue, incluindo testes chamados “culturas sanguíneas”, com o intuito de identificar o agente causador da sepse.
  • Exame de urina
  • Raios-X ou tomografia do intestino e pulmões, conforme os sintomas do paciente.
  • Ecocardiograma (exame de ultrassom que vê a função do coração).

Tratamento

O tratamento da sepse é feito no ambiente hospitalar e recebe os seguintes cuidados, conforme a gravidade:

  • Antibióticos aplicados na veia;
  • Líquidos (por exemplo soro fisiológico) ofertados diretamente na veia;
  • Vasopressores se a pressão arterial estiver baixa;
  • Cirurgia, quando a causa da infecção se resolver apenas com operação, como por exemplo, um abcesso hepático ou vesícula inflamada.

Referências
[1] JAMA
[2] UpToDate
[3] WHO

Receba nossa newsletter

Cuide de si com dicas de alimentação, saúde e muito mais!

Sucesso! Seu e-mail foi cadastrado, e agora você já pode receber novidades do Fale Saúde!

Desculpe! Um erro aconteceu.

— PUBLICIDADE —

APRENDA MAIS

Quem SomosContatoMissãoPrivacidadeTermos
Siga-nos: PinterestInstagramFacebookTwitter
© 2022 - Fale Saúde

Aviso médico: as informações fornecidas neste site visam melhorar, não substituir, a relação direta entre o paciente e os profissionais de saúde.