FOMO (fear of missing out): sintomas e riscos

Autor(a): Dr. Fernando Pereira

Publicado:

FOMO (fear of missing out) é uma sigla em inglês que significa “medo de ficar de fora”. Essa expressão surgiu para nomear o comportamento de pessoas que não conseguem se desconectar de redes sociais com WhatsApp, Instagram, Facebook, TikTok, LinkedIn, entre outras.

A tecnologia permitiu que quase metade da população mundial acessasse a internet por meio de smartphones, e isso reduziu significativamente a distância e o isolamento e fez com que a comunidade mundial se assemelhasse a uma vila global.

— PUBLICIDADE —

No entanto, esses grandes benefícios também têm alguns custos, como o uso excessivo por algumas pessoas, o que levou os pesquisadores a estudar esse comportamento e a chamá-lo de FoMO, ou “medo de ficar de fora”.

Sintomas

Os dois componentes-chave que definem os sintomas do FoMO são:

  1. Apreensão de que outras pessoas estão tendo experiências gratificantes das quais se está ausente.
  2. Desejo persistente de se manter conectado com as pessoas em sua rede social.

O FoMO leva as pessoas a verificar as mídias sociais logo após acordarem, antes de irem para a cama e durante as refeições.

Problemas relacionados ao FOMO

  • Mensagens de texto durante a condução, que podem resultar em acidentes de trânsito.
  • Aumento da procrastinação.
  • Ansiedade.
  • Depressão.
  • Ideação suicida.
  • Transtornos do sono.
  • Estresse e solidão.
  • Transtorno de déficit de atenção.
  • Hiperatividade e hostilidade.
  • Nomofobia, que é descrita como o medo de ser separado do smartphone.

FOMO e personalidade

Pesquisas mostraram que o FOMO não está relacionado a traços de personalidade, ou seja, qualquer perfil de pessoa está sujeito a sofrer do “medo de ficar de fora”.

Como evitar o FOMO

  • Fique um tempo fora das redes sociais
  • Tenha satisfação em se sentir fora dos acontecimentos
  • Configure o smartfone para limitar o tempo online
  • Faça uma viagem de desintoxicação digital
  • Exclua aplicativos de mídia social
  • Cultive uma atitude de gratidão
  • Esteja disposto a não ter tudo
  • A atenção plena pode reduzir os sentimentos de FOMO

1. Elhai JD, Yang H, Montag C. Fear of missing out (FOMO): overview, theoretical underpinnings, and literature review on relations with severity of negative affectivity and problematic technology use. Brazilian Journal of Psychiatry. 2020;43(2). doi:10.1590/1516-4446-2020-0870

2. Fear of missing out (FoMO) and internet use: A comprehensive systematic review and meta-analysis. Journal of Behavioral Addictions. Published online December 17, 2021. doi:10.1556/2006.2021.00083

3. Alutaybi A, Al-Thani D, McAlaney J, Ali R. Combating Fear of Missing Out (FoMO) on Social Media: The FoMO-R Method. International Journal of Environmental Research and Public Health. 2020;17(17):6128. doi:10.3390/ijerph17176128

4. Milyavskaya M, Saffran M, Hope N, Koestner R. Fear of missing out: prevalence, dynamics, and consequences of experiencing FOMO. Motivation and Emotion. 2018;42(5):725-737. doi:10.1007/s11031-018-9683-5

Isso foi útil?
SimNão

— PUBLICIDADE —

APRENDA MAIS

Quem SomosContatoMissãoPrivacidadeTermos
Siga-nos: PinterestInstagramFacebookTwitter
© 2022 - Fale Saúde

Aviso médico: as informações fornecidas neste site visam melhorar, não substituir, a relação direta entre o paciente e os profissionais de saúde.