Fale Saúde » Dor » Dor crônica

Dor crônica: o que é, causas, sintomas e tratamento

Revisão clínica: Dr. Fernando Pereira

Revisado:

O que é dor crônica? 

A dor é caracterizada pela Associação Internacional para o Estudo da Dor (IASP) como “uma experiência sensorial e emocional desagradável associada ou semelhante àquela associada a dano real ou potencial ao tecido”. Em outras palavras, ela é uma reação normal do corpo frente a uma lesão ou doença, que costuma sumir depois de curada.  No entanto, enquanto a dor aguda tem duração relativamente curta, alguns desconfortos permanecem por muito tempo e ganham uma classificação diferente, sendo chamados de dor crônica

A dor crônica é aquela que persiste por mais de três meses ou que acompanha uma lesão que não se cura. Como não existem marcadores biológicos, o diagnóstico do problema é baseado nas queixas do paciente, e alguns exemplos frequentes são tendinite, fibromialgia e cefaleia crônica.  

— PUBLICIDADE —

— PUBLICIDADE —

Quais são as causas? 

As causas da dor crônica são diversas e de várias naturezas. Ela pode estar associada a doenças crônicas (como câncer e diabetes), a lesões (como hérnia de disco e ruptura de ligamento) e a doenças primárias, como a própria fibromialgia. Disfunções hormonais ou genéticas também podem estar associadas, afetando principalmente mulheres. 

No entanto, o desconforto persistente pode ter relação também com questões psicológicas. Pessoas com histórico de ansiedade, traumas, depressão e outros fatores estressores possuem predisposição para o desenvolvimento da dor crônica mais tarde na vida.  

Além disso, aspectos do meio em que o paciente vive, como seus familiares, amigos e contexto profissional, podem reforçar comportamentos que perpetuem a condição. Por isso, é tão importante que seu tratamento seja feito de forma multiprofissional.

Sintomas de dor crônica 

O desconforto localizado e persistente é o principal sintoma da dor crônica. Porém, é possível que o paciente desenvolva tensão muscular, dificuldade de mobilidade, falta de apetite e complicações psicológicas, como irritação, ansiedade e sensações de perda que muitas vezes não possuem relação com o quadro doloroso.  

Tratamento da dor crônica 

O tratamento da dor crônica varia de acordo com as necessidades do paciente e com as causas de seu problema. Em alguns casos, o uso de analgésicos e anti-inflamatórios é indicado juntamente com outras terapias para aliviar o desconforto. 

— PUBLICIDADE —

Atualmente, sabe-se que a dor crônica é um fenômeno multidimensional, que exige intervenções nos campos biológicos, psicológicos e sociais. Desta forma, além do tratamento medicamentoso (às vezes com analgésicos tópicos, outras com opioides dependendo do que o médico indicar), a pessoa com a condição pode se beneficiar de fisioterapia, de técnicas de intervenção no tratamento da dor, de psicoterapia ou acompanhamento com terapeuta cognitivo-comportamental, dentre outros recursos que garantirão a ela uma melhor qualidade de vida. 

1. Hylands-White N, Duarte RV, Raphael JH. An overview of treatment approaches for chronic pain management. Rheumatology International. 2016;37(1):29-42. doi:10.1007/s00296-016-3481-8

2. Dale R, Stacey B. Multimodal Treatment of Chronic Pain. Medical Clinics of North America. 2016;100(1):55-64. doi:10.1016/j.mcna.2015.08.012

Isso foi útil?
SimNão

— PUBLICIDADE —

— PUBLICIDADE —

APRENDA MAIS

Quem SomosContatoMissãoPrivacidadeTermos
Siga-nos: PinterestInstagramFacebookTwitter
© 2022 - Fale Saúde

Aviso médico: as informações fornecidas neste site visam melhorar, não substituir, a relação direta entre o paciente e os profissionais de saúde.