Fale Saúde » Saúde do bebê » Como dar banho no bebê: passo a passo

Como dar banho no bebê: passo a passo

O banho no bebê costuma ser um momento agradável, mas pode se tornar embaraçoso por causa do medo dos pais de machucar o recém-nascido, principalmente para os de primeira viagem. No entanto, com o passar dos dias, eles ganham confiança e o momento do banho passa a ser prazeroso, o que contribui para aumentar o afeto entre os pais e o neném.

O primeiro banho do bebê acontece na maternidade e as mães têm a oportunidade de acompanhá-lo com a orientação de um enfermeiro. Isso é importante porque ajuda a aumentar a confiança dos pais.

Criamos o passo a passo de como dar banho no recém-nascido para ajudar os pais a ter tranquilidade na hora de cuidar do neném.

Antes de começarmos, 8 dicas importantes:

  1. Esteja com as unhas pequenas, sem anel e relógio para não machucar a pele sensível do bebê.
  2. Escolha um local de temperatura agradável e sem corrente de ar.
  3. Cheque se todos os produtos usados são específicos para a idade do bebê.
  4. Coloque a banheira em uma altura confortável para quem for dar o banho.
  5. Deixe próximo da banheira: xampu, sabonete líquido, algodão, gaze e toalha (as de algodão são as mais indicadas).
  6. Tenha uma pomada contra assaduras.
  7. Separe as roupinhas e a fralda.
  8. Encha a banheira com água à temperatura de 38ºC. Você pode sentir a temperatura da água com seu cotovelo ou com a parte interna do seu antebraço (área mais sensível da sua pele) ou usar um termômetro digital de banheira.

1º Passo

Como dar banho no recém-nascido

Retirar toda roupinha do bebê, passe seu braço esquerdo pelas costas dele e prenda a mão embaixo do seu bracinho esquerdo, apoiando a cabeça dele em seu antebraço. Segure a criança de forma que ela fique confortável e segura para não escorregar.

- PUBLICIDADE -

2º Passo

Colocando o bebê na água

Com sua mão direita, segure o bumbum e as coxas do bebê, e o leve até a água com cuidado, solte sua mão direita do bumbum do bebê assim que ele já se sentir seguro na banheira.

3º Passo

Comece a limpeza pelo rosto: com a mão direita, passe água suavemente em todo o rosto do bebê, a seguir umedeça o algodão ou a gaze e limpe a região dos olhos, use um pedaço de algodão diferente para cada olho.

4º Passo

Lavando a cabeça do bebê

Nesse momento, lavamos a cabecinha do bebê: com sua mão direita, molhe o cabelo e passe o xampu massageando devagar (vai sentir uma região mole no centro da cabeça, são as fontanelas ou popularmente chamada de moleira)

5º Passo

Finalizando o banho do bebê

O próximo passo é fazer a limpeza de toda parte da frente, devendo lavar bem as regiões de dobras. Faça a limpeza das partes íntimas por último.

6º Passo

Bebê em posição dorsal tomando banho

Terminado a parte da frente, use a mão direita e vire o bebê de modo que o seu braço esquerdo passe a apoiar o peito e o rosto da criança. Faça a limpeza do dorso, inclusive o bumbum, e a seguir virar novamente o bebê e lave a região genital. Atentar para lavar bem a região entre os pequenos e grandes lábios caso seja menina, e a região do prepúcio, caso seja menino.

- PUBLICIDADE -

7º Passo

Cuidados com o bebê após o banho

Agora é hora de finalizar: transfira o bebê para a toalha e deixe-o sequinho, em seguida, faça a limpeza do umbigo do bebê. Sendo da sua preferência, você pode passar hidratante e perfume específico na pele do neném, mas lembre-se: a maioria dos recém-nascidos não precisa de loção depois de um banho.

Quantas vezes é preciso dar banho no bebê?

Não há necessidade de dar banho no bebê todos os dias. Três vezes por semana pode ser suficiente até que o recém-nascido se torne mais firme. Banhar demais o neném pode secar sua pele. Se dedique a fazer uma boa higiene durante as trocas de fraldas e quando o bebê regurgitar leite (golfar), assim você manterá o bebê limpinho sem necessidade de banhos constantes.

Fontes consultadas:
[1] Mayo Clinic
[2] American Academy of Pediatrics

Enfermeira - Coren/SP 215332 | + artigos

Enfermeira formada pela Universidade de Santo Amaro desde 2008, possui mais de 12 anos de experiência. Tem vivência em Reabilitação e Cuidados Paliativos e pós-graduação em Enfermagem em Terapia Intensiva.


APRENDA MAIS